Domno apresenta com exclusividade renomados vinhos da África do Sul

0
135

Domos 1

Três vinícolas do continente africano aterrissam no Brasil com uma seleção espetacular

A partir de agosto, desembarcam no país nove rótulos de diferentes vinícolas da África do Sul. A Domno Importadora traz com exclusividade para o mercado brasileiro os renomados produtos das vinícolas Douglas Green, De Grendel e Namaqua. Uma excelente seleção de vinhos brancos e tintos, que combinam tradição e muita elegância.

Com mais de 350 anos de história, os vinhos produzidos na África da Sul conquistaram o mundo.  Atualmente, o país concentra 100 mil hectares de vinhedos e conta com mais de 600 vinícolas, tornando-se o 7º maior produtor mundial de vinhos.

Domos 2A África do Sul destaca-se pela uva Pinotage, criada em laboratório por meio do cruzamento genético da Cinsault (Hermitage) e Pinot Noir, em 1925, e considerada uma uva nativa do país. Essa uva resulta em um vinho muito elegante, com corpo moderado e textura macia e aveludada.

Os vinhos produzidos no  continente africano conseguem reunir o melhor do Novo e Velho Mundo com estilos que combinam uma excelente estrutura e muita elegância. Tudo isso agora disponível para o consumidor brasileiro. 

Localizada na Cidade do Cabo, a vinícola De Grendel estreia no país com três rótulos. De Grendel Viognier é um vinho branco com aroma doce de damasco e pêssego, e no paladar apresenta notas cítricas. De Grendel Shiraz/Petit revela notas de baunilha e caramelo seguidas por nuances de ameixa, alecrim e cravo entrelaçadas por um sutil toque de pétalas de rosa. Um vinho de aroma cativante. No paladar mostra a fruta de forma suculenta, com destaque para as notas de ameixa, cereja negra e mirtilo, seguidas por um toque ligeiramente defumado, suportado por taninos marcantes e sedosos.

Outro destaque é o De Grendel Shiraz, um vinho grandioso, complexo e potente. Notas de pimenta branca são permeadas por nuances florais e sedutoras notas de mocaccino e cravo, precedendo um generoso aroma frutado, com destaque para cereja negra, mirtilo, amora e um refrescante toque de alcaçuz. No paladar, mostra-se concentrado, com grande equilíbrio entre fruta e madeira. O ataque inicial revela notas de cereja e romã, envoltas por taninos macios e sedosos, resultando em um longo e suculento final de boca acompanhado de delicadas nuances de ameixa.

Já a Douglas Green apresenta três rótulos: Douglas Green Chardonnay/Viognier, Douglas Green Cinsaut/Pinotage e Douglas Green Shiraz. Situada entre as regiões de Johannesburgo e Pretoria, na província de Gauteng, a vinícola é uma das maiores da África do Sul, produzindo cerca de 28 milhões de litros de vinho por ano. Fundada em 1942, é atualmente uma das maiores exportadoras do país. O seu vinho branco possui notas cítricas de lima, limão e pêssego. Já o Cinsaut/Pinotage tem notas de cereja e especiarias. O seu Shiraz é um exemplar encorpado de tinto, maturado em barricas de carvalho.

Domos 3A vinícola Namaqua foi inaugurada em 1947 e é considerada uma das maiores produtoras de vinhos da África do Sul. No Brasil, será possível apreciar três diferentes rótulos da marca. O Sauvignon Blanc é um vinho leve e agradável, apresentando grande refrescância ao paladar. Combina perfeitamente com pratos de massas, queijos e mariscos. O Namaqua Pinotage apresenta aromas de ameixa, complementados pelo toque do carvalho e é ideal para acompanhar pratos com carne, pizza e queijos. Já o Namaque Cabernet Sauvignon possui notas de frutas negras, com acabamento aveludado. Harmoniza bem com pratos elaborados com cortes nobres, massas e queijos.

Todos os vinhos chegam ao país pela Domno Importadora e estarão disponíveis em lojas especializadas e no e-commerce www.famigliavalduga.com.br.

Para mais informações sobre os vinhos importados pela Domno, acesse www.domno.com.br e siga a fanpage Facebook.com/domno.brasil.

Sobre a Domno: Marca do grupo Famiglia Valduga, a Domno Importadora dedica-se à importação de vinhos, trazendo com exclusividade para o Brasil os rótulos mais consagrados do mundo. Integram seu portfólio as vinícolas argentinas Bodega Vistalba e Bodega Argento; a marca Yali da Viña Ventisquero, Quíchua, Casas del Bosque e Maquis do Chile; o grupo Enoport, de Portugal; Armand de Brignac da França; Tinedo, Frontaura y Victoria e Nexus, da Espanha, Renwood dos Estados Unidos e as vinícolas Baglio di Pianetto, Dievole, Pietro Rinaldi, Principe Corsini, Podere Brizio, Varvaglione Vigne & Vini, Mastrojanni e Monte del Frá, da Itália; e Bracco Bosca do Uruguai. Em seu amplo parque fabril encontra-se a unidade de elaboração dos espumantes Ponto Nero. Os espumantes Ponto Nero, elaborados pelo método Charmat, conquistaram prêmios nacionais e internacionais ao longo dos anos. Produtos que se destacam por sua composição frutada, refrescante e de fino perlage. Mais informações: www.domno.com.br

Fonte: Approach

Os textos publicados neste espaço são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar

necessariamente a opinião do Portal.