GWA ol 16-07

As bombas compatíveis com a regulamentação FDA fornecem vazão e pressão consistentes para o processamento confiável dos fluidos

Por Julien Bassett, Líder Global de Produto das Bombas de Diafragma  ARO®

 

Os fabricantes de alimentos e bebidas têm critérios muito específicos ao selecionar uma bomba de diafragma que assegure transferência e processamento seguro dos fluidos garantindo qualidade e consistência dos produtos, proporcionando assim uma produção rápida e uma entrega mais confiável aos consumidores finais.

A frase “ter o equipamento correto pode resultar em um produto final superior” é verdadeira  quando se utiliza a bomba correta para o processamento de fluidos e alimentos compatíveis com a norma FDA. As bombas de diafragma FDA são utilizadas em muitas aplicações na indústria de alimentos e bebidas, incluindo transferência de materiais e fluidos de diversas viscosidades, como açúcar líquido, massas, sucos concentrados, molhos, geleias, cerveja e vinho. Quando falamos em injetar produtos alimentícios em moldes, colocar molhos e xaropes em tanques de mistura, ou transferir e filtrar cerveja ou vinho, as bombas compatíveis com a norma FDA são uma necessidade.

As indústrias que fabricam produtos em ambientes sensíveis ao saneamento e à saúde dependem de bombas de diafragma acionadas por ar (AOD) compatíveis com a norma FDA para garantir qualidade e consistência dos produtos. Além da indústria de alimentos e bebidas, as indústrias de cosméticos, farmacêuticas e de alimentos para animais também utilizam bombas compatíveis com a FDA. Essas bombas oferecem mais eficiência para empresas que buscam melhorar a produtividade.

 

Inovações no design da bomba

Em conformidade com a norma FDA, a ARO®, marca da Ingersoll Rand e líder em gerenciamento de fluidos por mais de 87 anos, fornece bombas que entregam fluidos com segurança, confiança e eficiência, graças ao seu design inovador. A última atualização no design da bomba, em conformidade com a norma FDA, é um diafragma de peça única que minimiza o número de pontos onde os fluidos ou sólidos possam incrustar ou parar. Isso evita que o material se acumule nas fendas da bomba, reduzindo a contaminação e o crescimento bacteriano. O aprimoramento do projeto também permite uma limpeza mais fácil e processos de montagem e desmontagem mais rápidos.

 

A bomba FDA da ARO também:

  • transfere sólidos sensíveis ao cisalhamento sem degradação ou acúmulo de calor
  • permite trabalhar à seco, sem soltar particulas que contaminem o produto
  • bombeia o fluido suavemente e não cria espuma
  • permite temperaturas mais elevadas durante a operação por utilizar válvulas de esfera

A bomba ARO® FDA está disponível em diferentes opções de materiais para o motor pneumático (bloco central), incluindo aço inoxidável de alta resistência e prolipropileno. Ambas configurações são compatíveis com a regulamentação FDA relativa a materiais que venham a entrar em contato com alimentos. A parte exterior da bomba é fabricada em aço inoxidável com superfície eletro-polida, fornecendo rugosidade superficial de 3.2um e materiais compatíveis para manter a integridade do produto bombeado.

Ao transferir produtos alimentícios, cosméticos ou qualquer outro produto que exija grau alimentício ou sanitário, as bombas devem ter capacidade de transferir fluidos suavemente, enquanto atingem os níveis de produção desejados. As bombas ARO® FDA possuem vazão 30% maior em relação às outras bombas de sua categoria e praticamente sem cisalhamento. A capacidade de fornecer rendimentos mais altos e menor cisalhamento do produto garantem que os materiais sejam transferidos com cuidado. Assim, a vida útil do produto pode ser estendida e a qualidade é mantida ou melhorada.

Qualquer umidade no fornecimento de ar da bomba pode causar danos, prejudicando significativamente os componentes do motor e exigindo que sejam reparados ou substituídos. Uma bomba bem projetada minimizará os efeitos do ar sujo e umidade. Muita umidade pode resultar em acúmulo de gelo e congelamento na exaustão do ar devido a partículas de gelo que obstruem a área do motor, fazendo com que a bomba opere lentamente ou pare. As bombas ARO® FDA e padrão possuem uma válvula de escape que desviam o ar frio de exaustão dos componentes propensos ao gelo, evitando que a bomba pare ou falhe.

As bombas ARO® FDA agora tem opção de interface eletrônica de monitoramento remoto, que permite controlar o processo com precisão. E ainda podem ser conectadas ao Controlador ARO ou integradas aos sistemas de controle em uma variedade de aplicações de alimentos e bebidas. A capacidade de automação oferece ao fabricante maior flexibilidade para executar outras atividades sem precisar monitorar a operação da bomba.

 

Confiabilidade é a chave do negócio

Existem diversos fatores a serem observados em uma bomba de diafragma compatível com FDA que maximizam sua confiabilidade e longevidade enquanto minimizam os problemas associados ao suprimento de ar contaminado. Por exemplo, como todas as bombas ARO® da série EXP, as bombas FDA utilizam o design exclusivo de válvula D. As válvulas D são construídas com cerâmicas ultra-duras impermeáveis à sujeira e à areia no ar (o que ajuda a maximizar o tempo de vida, independentemente da qualidade do ar). Esse desing exclusivo das válvulas D da ARO® garantem que a válvula seja sempre deslocada de um lado para outro, com o objetivo de eliminar a paralisação, e cria um processo de bombeamento bem mais confiável e sem preocupações.

A bomba FDA possui tecnologia Quick Dump™, que  também previne o congelamento ao rotear o escape através do motor pneumático da bomba, permitindo que o ar se expanda internamente e, em seguida, envie o ar para a atmosfera. Ao mudar o mecanismo de expansão do ar e direcioná-lo através da estrutura central, a bomba impede que o ar frio vá para a exaustão. Os motores pneumáticos ARO® utilizam u-cups no lugar de anéis deslizantes ou lip seals. Os u-cups têm bem menos probabilidade de falhar quando o ar comprimido for de baixa qualidade em comparação aos anéis de deslizamento ou lip seals, que são usados por outros fabricantes de AOD.

Funcionar a seco pode ser um grande problema para algumas bombas. Se o material que passa pela bomba de engrenagem (helicoidal ou centrífuga) acabar, a bomba vai super aquecer e as peças internas serão trituradas, prejudicando drasticamente a bomba e, na maioria das vezes, contaminando o produto por elas bombeado. No entanto, com a bomba de diafragma, se o produto acabar, a bomba continua funcionando sem danos e sem contaminar o produto bombeado, mesmo depois que a bomba voltar a receber o produto à ser bombeado.

As bombas ARO® têm uma vida útil quatro vezes maior do que as bombas de diafragma tradicionais e são conhecidas por seu desempenho robusto e pelo baixo desperdício. O design de desmontagem e montagem rápida (QKD) ajuda a economizar tempo, já que a bomba pode ser desmontada rapidamente para fácil inspeção, limpeza e manutenção e, em seguida, rapidamente colocada em operação novamente.

Ao invés de usar parafusos para desmontagem e montagem, os especialistas da ARO® criaram abraçadeiras que tornam rápida e fácil a desmontagem e a montagem da bomba para a limpeza “no local”. Com isso, os operadores podem, com rapidez e facilidade, abrir a bomba para limpeza periódica, por dentro e por fora. Isso é particularmente importante para a indústria de alimentos e bebidas para reduzir os custos operacionais, ajudando a manter as condições sanitárias e o processo de fabricação em movimento.

A bomba ARO® FDA está disponível em tamanhos de uma e duas polegadas. A bomba de uma polegada produz vazão de até 204,4 litros por minuto (lpm). E a de duas polegadas produz vazão de até 729,4 litros por minuto (lpm).

 

As bombas podem afetar diretamente a qualidade do produto final

Dois fatores que podem influenciar na qualidade do produto são a pressão e a vazão da bomba. A capacidade de manter a pressão entre 0-120 psi permitirá que o operador controle a pressão da bomba sem prejudicar os materiais que estão sendo processados.

Controlando a vazão da bomba, controla-se também a velocidade em que os materiais serão transferidos. A capacidade de controlar a pressão e a vazão ajuda a evitar danos aos produtos. Isso pode ser um problema para bombas centrífugas que funcionam em um ciclo contínuo. Se a operação de fabricação precisa ser interrompida, o impulsor das bombas continuará girando, adicionando muito ar ao produto, aumentando sua temperatura e potencialmente estragando o produto bombeado, como veremos no exemplo do cliente abaixo.

A Northwest Canning é uma empresa de envase móvel que fornece soluções de embalagem para microcervejarias e cervejarias artesanais em todo o noroeste dos Estados Unidos. Como uma jovem startup, a Northwest Canning usava bombas centrífugas que são alimentadas por eletricidade e eram montadas em seu trailer de envase móvel. Enquanto a bomba centrífuga consumia energia significativa, ela precisava funcionar em um ciclo contínuo.

Problemas surgiram à medida que o impulsor sugava a cerveja e depois dispensava no funil. Quando a operação precisava ser interrompida, o impulsor continuava girando, gerando espuma na cerveja durante o processo de envase e aumentando a temperatura do líquido. O contínuo bombeamento injetou mais oxigênio na cerveja, gerando mais espuma e, como resultado, prejudicou o sabor e a qualidade da cerveja.

A empresa substituiu as bombas centrífugas por bombas de diafragma ARO® FDA. A nova bomba criou um processo de conservação mais eficiente e mais suave no envase da cerveja, ao mesmo tempo em que prolongou a vida útil da fermentação, mantendo o sabor cuidadosamente elaborado. Usando a bomba ARO® FDA, a Northwest Canning conseguiu um aumento de 33% na produtividade e um aumento muito significativo na qualidade da cerveja, tornando-se referência no segmento.

O diafragma das bombas ARO® são compatíveis com a regulamentação FDA, oferecem confiabilidade, facilidade de uso e economia de tempo que as indústrias de alimentos e bebidas necessitam no processamento de materiais e fluidos. As bombas ARO® FDA são a escolha certa para obter melhor consistência, mantendo e até melhorando a qualidade do produto final.

 

 

Fonte: GWA

 

 

 

 

Os textos publicados neste espaço são de responsabilidade única de seus autores e podem não expressar
necessariamente a opinião do Portal.